Marketing gastronômico

Marketing gastronômico: seu prato como a vitrine do negócio

Se você é um chef de cozinha, gerente de um restaurante, ou outro estabelecimento da área da alimentação, já deve ter sentido a necessidade de investir para aumentar a visibilidade do negócio, não é mesmo?

Afinal, é preciso que as pessoas conheçam seus pratos para que sintam interesse em experimentá-los e tornarem-se seus clientes. O marketing gastronômico é a estratégia ideal para atrair mais pessoas. Mas nem todo mundo sabe como fazer essa divulgação.

Por isso, nós elaboramos uma série de dicas que farão com que o seu prato se torne a vitrine do seu negócio. Ficou curioso? Então continue a leitura e confira agora mesmo!

Pratique o conceito de food design

O food design é uma técnica que mescla os conceitos da gastronomia com o design. Trata-se de uma estratégia que leva em consideração o fato de o homem ter deixado de comer apenas para se nutrir. A comida, em nossa sociedade, está também relacionada ao desejo e ao prazer — e a produção dos pratos deve acompanhar essa tendência.

De acordo com os adeptos da técnica, ao produzir um alimento, é preciso levar em consideração os três princípios básicos da alimentação: a necessidade que o ser humano tem em se alimentar, a socialização e o prazer sensorial ou a vivência cultural. Além disso, o food design encara a comida de uma perspectiva multissensorial — ou seja, precisa estimular não só paladar e olfato, mas também visão, tato e até a audição.

Assim, um prato não deve ser visto apenas como algo que vai saciar a fome, mas, sim, proporcionar uma experiência agradável. O objetivo dessa técnica é aliar estética e funcionalidade, pensando composições que tenham um conceito por trás da elaboração.

Apresente os seus pratos em eventos locais

Para que a sua empresa ganhe notoriedade e se torne uma referência para as pessoas que apreciam a gastronomia, você pode criar novos pratos e apresentá-los em eventos locais, promovidos por entidades ou instituições da sua região de atuação.

Nesse caso, os pratos precisam ser pensados de acordo com cada tipo de evento. Se for de alta gastronomia, devem-se apresentar pratos mais elaborados e com ingredientes que agradem os paladares mais exigentes. Já eventos mais populares precisam ter pratos mais simples, o que não significa que precisem ser menos cuidados.

Outro ponto importante em participar de concursos e feiras de gastronomia é a mídia espontânea. Certamente alguns veículos de comunicação locais, como jornais, revistas e portais de notícias, farão a cobertura do evento, o que gerará visibilidade para o seu negócio de gastronomia.

Tenha uma identidade visual bem desenvolvida

O seu estabelecimento precisa ter um manual de uso de marca bem desenvolvido e completo para que as ações de marketing gastronômico sejam realmente efetivas.

Trata-se de um guia, desenvolvido pelo designer que criou a sua marca visual, que contém todas as informações: uso de cores, formas de aplicação do logotipo, tipografia recomendada, grafismos etc.

Tudo isso é muito importante para que o seu negócio se comunique visualmente, passando uma mensagem positiva para os clientes. Sempre que você desenvolver cardápios, artes para redes sociais, folders e flyers de divulgação, uniformes dos colaboradores, entre outros materiais gráficos, deverá disponibilizar o manual de identidade visual para quem for desenvolver as peças.

Marketing Gastronômico Essencial

Esteja presente nas redes sociais

Na atualidade, grande parte dos relacionamentos ocorrem na internet, e é por isso que você não pode ficar de fora das redes sociais. No entanto, não basta criar páginas no Facebook, no Instagram e em outras mídias, se não houver nelas um conteúdo de qualidade e que seja de interesse do seu público.

É preciso fazer um planejamento de conteúdo para as suas redes sociais, que devem incluir dicas, compartilhamento de links interessantes do seu segmento, fotos dos seus pratos, comemorações a datas festivas etc.

Uma grande vantagem no ramo da gastronomia é que fotos bem feitas de pratos costumam gerar um bom engajamento, além de fazer com que as pessoas fiquem com vontade de provar aquelas delícias. Fazer um vídeo mesclando fotos ou mostrando o preparo dos pratos também pode ser um diferencial para as suas redes sociais.

Mantenha um blog do seu restaurante

Para que o seu negócio se torne reconhecido e seja encontrado facilmente pelas pessoas que fazem buscas na internet, investir em marketing de conteúdo mantendo um blog pode ser uma boa estratégia.

Nele, você pode produzir materiais ricos que sejam de interesse do seu público e que se relacionem com o que é vendido no local. Desse modo, você pode utilizar o espaço para compartilhar receitas, dar dicas de vinhos e outras bebidas que podem acompanhar pratos, falar sobre técnicas de cocção etc.

Tudo isso fará com que o seu blog apareça em posição privilegiada nos buscadores, como o Google, quando as pessoas realizarem pesquisas com palavras-chave que estejam presentes no conteúdo que você desenvolveu.

Utilize a geolocalização como uma aliada

Existem diversos aplicativos para localização de estabelecimentos, e cada vez mais pessoas fazem uso dessa tecnologia para pesquisar os lugares que estão próximos a sua região.

É possível solicitar aos apps como Tripadvisor, iFood, entre outros, que seja habilitada a função de geolocalização, o que permite monitorar consumidores e segmentar as ações de marketing.

Outra ação interessante envolvendo a geolocalização é a configuração do Wi-Fi do seu estabelecimento com a página do Facebook no seu negócio. Assim, para ter acesso à rede gratuita, os clientes precisam fazer check-in no restaurante, deixando isso visível a todos os seus amigos na rede social.

Preze pelo bom atendimento aos clientes

De nada adianta você ter boas estratégias de marketing se os clientes não forem bem atendidos. Por esse motivo, todos os colaboradores, desde recepcionistas, garçons, atendentes, até o chef de cozinha, precisam ser treinados para saber receber e tratar bem as pessoas.

Clientes bem atendidos, além de retornarem ao local em outras oportunidades, também podem indicá-lo para os amigos, familiares e outras pessoas de seu ciclo social. Se eles utilizarem as mídias para falar bem de você, melhor ainda, pois a recomendação poderá atingir um grande alcance.

Seguindo essas dicas básicas de marketing gastronômico, temos certeza de que seu negócio terá ainda mais clientes, e os seus pratos serão a vitrine do seu negócio. Para receber mais informações relevantes como essas, você pode assinar a nossa newsletter e ter acesso a conteúdo exclusivo no seu e-mail!