O que é Inbound Marketing e por que ele é importante para o seu negócio?

O que é Inbound Marketing e por que ele é importante para o seu negócio?

Você já ouviu falar sobre Inbound Marketing? Esse conceito transformou o mercado em todos os sentidos, trazendo melhores experiências aos consumidores e ótimos resultados para as empresas. Redução de custos em vendas, melhor posicionamento na busca orgânica, ganho de autoridade no assunto e melhor relacionamento com os clientes são exemplos dos benefícios apresentados.

Por meio de conteúdos de qualidade, é possível criar um funil de vendas para atender esse novo público, que se tornou bem exigente. Sendo assim, para ter sucesso, é preciso acompanhar essa transformação.

Por isso, no post de hoje mostraremos como funciona essa estratégia tão importante e como você deve atuar para que seu negócio apresente bons números. Confira!

O que é Outbound Marketing?

Outbound? Mas não estamos falando de Inbound Marketing? Sim, mas para explicar esse conceito nós devemos voltar um pouco no tempo. Você entenderá o motivo.

Outbound Marketing é aquela forma de apresentar seus produtos ou serviços em grandes canais de publicidade; como televisão, rádio, jornais e revistas. Para muitas pessoas, esses anúncios podem ser invasivos e interruptivos. No meio da sua programação, eis que surge aquela propaganda que não sairá da sua cabeça por um bom tempo. Bem chato, não é?

Mas o Outbound não é só isso. Ele também representa o contato direto do vendedor com o consumidor. Antigamente era comum receber uma ligação de um agente insistente, oferecendo um produto que muitas vezes você não fazia ideia para que servia.

Hoje o público não é receptivo a esse tipo de contato e a própria tecnologia fez a sua parte ao bloquear alguns anúncios, como os lixos eletrônicos na sua caixa de e-mail.

Além de tudo isso, esse modelo apresenta custos bem maiores, alcance limitado e acaba atingindo um público que pode não ter nenhum interesse nas soluções apresentadas.

Ora, então o Outbound Marketing foi exterminado, correto? Não!

Na verdade, ele ainda existe e tem a sua eficiência. O que aconteceu é que ele teve de ser transformado e otimizado. Grande parte das técnicas foi inserida no meio digital. Afinal, nós ainda somos impactados por anúncios.

O que é Inbound Marketing?

Ótimo! Já sei o que representa o Outbound, mas afinal, o que é Inbound Marketing? Vamos lá. O Inbound é um investimento no conhecimento, na divulgação das informações importantes da sua área de atuação.

Com a internet ficou muito fácil buscar dados para garantir que cada consumidor tome a melhor decisão de compra. Basta pensar na sua última experiência. Como ela foi feita? Você viu um anúncio em algum canal de mídia e simplesmente comprou ou identificou uma necessidade, buscou informações, comparou ofertas e aí sim fechou negócio?

Com maior acesso à informação, nós consumidores nos tornamos mais exigentes. Aqueles vendedores chatos, insistentes, que só pensam em fechar uma venda já foram colocados para escanteio.

Uma empresa que deseja ser referência no seu nicho de mercado deve criar meios de compartilhar conhecimento, pensando em toda a jornada de compra.

Vamos então mostrar como funciona a estrutura do Inbound Marketing. No início, os contatos são meros desconhecidos. As empresas usam armas para atraí-los ao seu site, tais como blog e publicação nas redes sociais.

No site, os desconhecidos se tornam visitantes e terão acesso a formulários de contato, landing pages (páginas de conversão) e CTAs (chamadas convidativas para alguma ação) para serem convertidos em leads (contatos qualificados).

Com toda a nutrição desses novos interessados e o envio de conteúdos relevantes, eles serão transformados em clientes, fechando uma compra. Pensa que o trabalho acabou? De maneira alguma. Ainda é preciso fidelizar o público para transformá-los em embaixadores da marca.

Para conquistar esses promotores, você deve investir em conteúdos inteligentes e continuar acompanhando o seu cliente, avaliando como a sua solução está sendo benéfica para ele e auxiliando sempre que for necessário.

Essa é a estrutura do Inbound Marketing, na qual o internauta começa como um simples desconhecido e é transformado em um verdadeiro fã.

Mas o Inbound se aplica a qualquer negócio?

Criar um blog? Divulgar conteúdo? Mas isso se encaixa no meu negócio? Essa é uma dúvida comum entre os empreendedores. Algumas pessoas acreditam que o Inbound é destinado a algum tipo específico de mercado. Mas não pense assim.

O Inbound pode — e deve — ser aplicado em qualquer tipo de empreendimento. Entenda que essa é uma transformação que o mercado já passou. Então, se você ainda não está aplicando esse processo, está perdendo tempo e dinheiro.

Mas calma, vamos te mostrar como dar os primeiros passos.

Como aplicar o Inbound?

Conheça seu público-alvo

O primeiro passo é conhecer a sua clientela. Afinal, como atender as expectativas se você não sabe quais são as necessidades?

Analise seus potenciais consumidores. Conheça suas dores e objetivos.

Pense na jornada do cliente

A jornada do consumidor é todo o processo que descrevemos anteriormente e que define o processo de compra, do início como um desconhecido até se tornar um promotor. Em resumo, ela se define em; atração, reconhecimento do problema, consideração da solução e decisão de compra.

Cada estágio da jornada tem necessidades diferentes e você deve atender isso criando conteúdos relevantes para cada momento. O nível de conhecimento vai mudando e você precisa criar uma estrutura que possibilite que o contato prossiga pelo processo.

Crie os conteúdos relevantes

Conteúdo é a base do Inbound Marketing. Artigos em um blog farão com que os contatos tenham acesso ao conhecimento necessário.

Preze sempre pela qualidade das informações e que elas realmente atendam às expectativas do público, transmitindo conhecimento e tirando as dúvidas da sua área de atuação.

Compartilhe as informações

A internet possibilitou diversas ferramentas para publicar os conteúdos com grande alcance. As redes sociais, por exemplo, são ótimas alternativas.

Você cria os conteúdos e publica nas plataformas. Lembre-se que cada rede tem suas características e oportunidades. Então, conheça cada uma e crie publicações específicas.

Construa um bom site

Lembra da etapa de converter um desconhecido em um visitante? Pois esse trabalho só é possível com um bom site. Nele você deve colocar todas as informações necessárias, de forma intuitiva.

Construa uma boa landing page para que o contato forneça seus dados e se torne um lead.

Priorize os relacionamentos

Deixamos essa dica para o final, mas ela é a mais importante. O foco do trabalho no Inbound Marketing é o cliente e você deve estabelecer bons relacionamentos.

Entenda quais são as expectativas do seu público e crie condições para que elas sejam superadas. Fazendo isso a sua empresa certamente terá sucesso e alcançará uma posição de destaque no mercado.

Por fim, no nosso artigo vimos todos os pontos importantes sobre o Inbound Marketing. Explicamos o seu conceito e o do seu irmão mais velho, o Outbound. Mostramos que o Inbound se aplica a qualquer negócio e fornecemos as principais dicas para aplicar essa estratégia.

Siga todas as orientações e crie bons relacionamentos com seus clientes.

Gostou do nosso artigo sobre Inbound Marketing? Então siga nossas redes sociais e fique sempre por dentro das novidades. Estamos no FacebookYouTube e Instagram.

Sem comentários

Cancelar