Gestão de negócios na gastronomia: como começar nessa área?

gestão de negócios na gastronomia

Investir no setor alimentício tem sido uma opção bem interessante para aqueles que desejam começar seu próprio negócio em uma área estável, com crescimento constante e trabalhar com algo prazeroso e que conquista o coração (e o estômago) do cliente.

Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (ABIA), em 2016 o crescimento do setor foi de 9,3%, mesmo em um período de crise no país. E a projeção para 2017 (cujos dados ainda não foram revelados) era um crescimento de 1,5%.

Outra pesquisa interessante da área é a da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), que aponta um crescimento de 10% anual na área de alimentação realizada fora do lar.

Além da estabilidade, podemos acrescentar como benefício a variedade de atuações nas quais o empreendedor pode investir: empreendimentos gourmet, food trucks e delivery, por exemplo, são opções interessantes e que podem trazer uma boa rentabilidade para quem almeja começar seu negócio nessa área.

Porém, para ser bem-sucedido é necessário ter uma boa gestão do empreendimento. Caso contrário, todo o potencial pode ir por água abaixo. Continue a leitura e veja os principais passos para realizar uma gestão de negócios na gastronomia de forma eficiente. Acompanhe.

Invista nas formações necessárias

Em primeiro lugar, mesmo que você tenha uma boa ideia em mente, é importante investir em qualificação profissional para atuar na área alimentícia. Uma formação em gastronomia pode ser interessante, pois dará um panorama bem abrangente de atuação, bem como a possibilidade de especialização no que deseja.

Vamos a um exemplo prático: você pode cozinhar muito bem e ter ideias incríveis para uma hamburgueria, mas por meio de um curso de gastronomia poderá aprender a fazer harmonizações interessantes, temperos e pratos diferenciados, tendências atuais e, com isso, criar não só um negócio mais embasado, mas também expandir a sua criatividade.

Além disso, os cursos de formação orientam não só sobre o preparo de pratos, mas também a outras questões dinâmicas e essenciais do setor, tais como:

  • cuidados higiênicos;
  • organização na cozinha;
  • normas de armazenamento;
  • gestão de pessoas, entre outros.

Acompanhe as leis e normas regulatórias da área

Como o setor alimentício exige cuidados na manipulação, armazenamento e venda dos produtos, há uma série de normas e legislações pertinentes à área para garantir a segurança e saúde do consumidor.

Uma pessoa que trabalhe com gastronomia e abre seu próprio negócio, para ser um bom gestor, deve estar atenta a essas questões, tais como:

  • contravenções penais que podem ocorrer em seu estabelecimento;
  • obrigações fiscais;
  • especificações da ANVISA inclusas em leis e resoluções;
  • legislação trabalhista;
  • código de defesa do consumidor;
  • restrições publicitárias de fumo e bebida alcoólica;
  • “Lei da gorjeta” (Lei Federal 13.491/2017)
  • legislação ambiental;
  • lei antifumo;
  • direitos autorais (em caso de veiculação de som ou audiovisual em seu estabelecimento);
  • estatutos da microempresa e empresas de pequeno porte, entre outras.

curso marketing gastronomia

Seja criativo e encontre diferenciais no mercado

Para que seu estabelecimento tenha um bom diferencial competitivo no mercado é importante inovar. O setor alimentício tem a vantagem de permitir o uso da criatividade em larga escala, tornando o local único e, assim, conquistando a atenção e a fidelidade dos clientes.

E é possível realizar isso das mais diversas formas, como:

  • estabelecimentos temáticos;
  • decoração diferenciada;
  • cardápio incrível;
  • combinações diferentes de pratos;
  • atendimento impecável e criativo;
  • especialização em um determinado segmento (hamburgueria, preparo de costelas suínas, massas, steak house, estabelecimentos veganos, entre outros);
  • cervejaria;
  • gourmetização de determina área de alimentos (por exemplo, brigadeiros gourmet), entre outros.

Você pode se especializar em um dos pontos ou mais de um. Porém, a escolha deve ser bem fundamentada e equilibrada, de forma a não forçar a barra para seu público.

Para realizar boas escolhas, é importante realizar uma análise do mercado na região, encontrando algo que seja único, inovador e que cative a atenção do público-alvo definido.

Considere investir em franquias ou food trucks

Analisar segmentos que estão em alta também pode ser uma forma segura e interessante de investimento. Uma das tendências que mais tem obtido atenção do público são os food trucks: as famosas comidas preparadas e servidas em caminhões ou carros.

Além da popularização desse tipo de negócio, ainda há os eventos itinerantes que convocam nomes locais e regionais para participarem, potencializando a divulgação e ampliando as possibilidades de venda.

Se você deseja investir em setor alimentício, mas não deseja se especializar em gastronomia, uma opção é adquirir uma franquia. Há diversas empresas que disponibilizam os direitos de compra e que bombam no país.

Estude sobre gestão e administração

E não é só sobre as peculiaridades gastronômicas que o futuro empreendedor deve estudar e se atualizar. Você pode ter uma ideia incrível, mas sem bons conhecimentos específicos de gestão de negócios na gastronomia e administração, poderá ver seu empreendimento fechar antes do prazo pretendido.

Por exemplo, você pode criar um bar temático sensacional, algo único na região, com uma decoração e cardápios incríveis, mas se a divulgação for ineficiente, como o público chegará até ele? Ou como se interessará pelo potencial do lugar? Por isso, conhecer as estratégias de marketing para restaurantes e estabelecimentos gastronômicos é imprescindível para o negócio.

E o ideal é que o curso seja direcionado para esse tipo de empreendimento, já que há certas peculiaridades que fazem diferença no serviço de administração, gestão e marketing voltado para esse tipo de negócio.

Um outro exemplo: uma boa fotografia dos pratos é fundamental e imprescindível para conquistar a atenção do cliente. E a apresentação da comida também deve ser impecável. Sem os conhecimentos específicos, o gestor pode incorrer em erros graves que comprometem a ação de divulgação do local.

Além disso, cursos e novos conhecimentos por meio de blogs e artigos especializados contribuem para uma maior especialização do profissional, auxiliando a destacá-lo no mercado e encontrar novas ideias criativas e soluções para seu estabelecimento.

Uma eficiente gestão de negócios na gastronomia pode ser obtida por meio das dicas que falamos acima. Com isso, as chances de sucesso do seu empreendimento são garantidas!

Quer mais informações de como potencializar a rentabilidade do seu restaurante ou negócio alimentício? Assine nossa newsletter e receba as informações diretamente em seu e-mail.